Beatriz Vidal Maia

Nasceu a 30 de Março de 1989 em Aveiro. Vive no concelho da Murtosa.

Formação Académica

Frequentou a Escola Secundária de Estarreja, na cidade de Estarreja, distrito de Aveiro até Julho de 2007, tendo terminado com média de 15 valores. Em Setembro do mesmo ano foi admitida para o curso de Serviço Social, pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra. Fez um estágio curricular no Centro de Apoio Familiar e Aconselhamento Parental – CAFAP, uma Valência da Santa Casa da Misericórdia da Murtosa, tendo obtido a nota de 17 valores. Elaborou a sua dissertação através da aplicação do projeto de estágio intitulado “Photovoice”, cujo tema se centrava nas Relações Familiares. Concluiu a Licenciatura em Janeiro de 2011 com a nota de 15 valores.

Em Setembro de 2011 integrou o Mestrado em Estudos da Criança, área de especialização em Intervenção Psicossocial com Crianças, Jovens e Famílias, no Instituto de Educação da Universidade do Minho. Um ano depois, foi admitida pelo programa Erasmus e frequentou aulas entre Outubro de 2012 e Abril de 2013, no Instituto de Educação da Universidade de Londres, Reino Unido - Institute of Education, University of London, United Kingdom. Defendeu a sua dissertação de a 12 de Dezembro de 2013, denominada Imagens dos direitos das crianças em acolhimento familiar. Obtive 17 valores na defesa da mesma.

Experiência Profissional na área do Serviço Social

Entre o período de 1 de Abril de 2011 a 30 de Agosto de 2011, trabalhei como Técnica Superior de Serviço Social, no Centro de Apoio Familiar e Aconselhamento Parental (CAFAP), na Santa Casa da Misericórdia da Murtosa

Entre Dezembro de 2013 e Janeiro de 2015 frequentou um estágio como técnica de Serviço Social, através da medida Estágios Emprego, pelo IEFP, num serviço de apoio domiciliário privado, em Aveiro. Obteve a nota Muito Bom.

O percurso académico e a experiência profissional da assistente social Beatriz Vidal Maia permitiu-lhe estudar várias áreas do foco das ciências sociais e humanas, desde a área social, a educação, a educação social, a sociologia, a psicologia, o direito, a economia, a política social e as novas tecnologias da informação, levando ao aprofundamento do conhecimento e das capacidades para poder trabalhar em diversas áreas e com populações distintas.

Ao longo do seu percurso académico e profissional fez várias formações e voluntariado para enriquecer o seu conhecimento e preparar para o mercado de trabalho e para o contacto com a população com a qual viria a trabalhar.

Ingressou na Guilmédica para poder prestar um serviço único e de qualidade à população idosa, contribuindo para a melhoria da sua qualidade de vida e bem-estar.